Notícias

Você está aqui:

FDA alerta sobre falsas alegações de suplementos quanto a evitar perda de memória

A Neurology Today divulga acaba de divulgar um alerta da agência reguladora dos Estados Unidos, a Food & Drug Administration (FDA), aos neurologistas americanos sobre suplementos que alegam falsamente serem eficazes contra a perda de memória. Há, inclusive, relatos importantes de especialistas, como do professor de neurologia da Universidade da Califórnia, São Diego, MD Douglas Galasko.


“Frequentemente sou abordado por pacientes e suas famílias quando eles começam a ter perda de memória, bem como por pessoas preocupadas e interessadas em diminuir o risco de Alzheimer. Geralmente tento descobrir de onde eles obtiveram as informações e depois discuto, da maneira mais respeitosa possível, que existem diferentes fontes e níveis de alegações de evidências na medicina. Tento apontar a falta de evidências rigorosas para as vitaminas e suplementos, a falta de ensaios clínicos positivos e a ausência de aprovação do FDA de suplementos para a doença de Alzheimer.

Também menciono a variabilidade na fabricação de suplementos, e os pacientes nem sempre podem saber exatamente o quão puro é o suplemento ou sua dose, e há potencial para problemas que variam de efeitos colaterais a interações com medicamentos prescritos”, diz ele para a Neurology Today.

Nos Estados Unidos, leis proíbem empresas de suplementos alimentares de fazerem marketing alegando propriedades medicinais. A FDA se posiciona oficialmente sobre não reconhecer potencial algum de prevenção, diagnóstico, tratamento ou cura de qualquer doença desses produtos


Veja a notícia completa da Neurology Today em https://journals.lww.com/neurotodayonline/Fulltext/2019/04040/FDA_Warns_Companies_to_Stop_False_Claims_About.1.aspx?WT.mc_id=HPxADx20100319xMP

Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Notícias recentes
Próximos eventos
Nenhum evento encontrado!
Entre em contato
LGPD
Cadastro

Cadastre-se e fique por dentro das novidades e eventos da ABNeuro

© Academia Brasileira de Neurologia