Prática de exercício físico está associada a menor mortalidade entre pessoas com doença de Parkinson

Novas descobertas relataram que a atividade física, independentemente da intensidade, está associada à redução da mortalidade por todas as causas entre indivíduos com doença de Parkinson. Aqueles que começaram a se exercitar após o diagnóstico também apresentaram menor mortalidade por todas as causas do que aqueles que não praticaram atividade física. O relatório foi publicado…