Comissão de exercício profissional da ABN



De acordo com Sandro Matas, coordenador da Comissão de Exercício Profissional da ABN, defender o neurologista em todas as suas práticas é prioridade perseguida com responsabilidade e trabalho árduo. Mensalmente, há reuniões com a Câmara Técnica da AMB, além de ações se sensibilização política junto ao Parlamento, buscando o aprimoramento da assistência no Sistema Único de Saúde e na rede complementar.


“Para a atualização do rol de cobertura de procedimentos da Agência Nacional de Saúde Suplementar, agora em andamento, levamos o debate primeiro às instâncias da AMB; então, amadurecemos os pleitos a serem solicitados para inclusão. A parceria dos Departamentos Científicos é sempre fundamental, pois, por meio de seus coordenadores, reunimos todos os procedimentos que eles consideram relevantes de serem agregados”, detalha o coordenador.


Sandro comenta que os dois últimos anos foram de grande produção no sentido de viabilizar a incorporação de novos procedimentos.


“A partir de 2021, concentraremos esforços em mais um ciclo, a fim de rever sugestões rejeitadas em um primeiro momento, como a toxina botulínica e o looper implantável”.

20 visualizações