Inteligência artificial na reabilitação pós-acidente vascular cerebral

João Brainer, professor do Centro Universitário São Camilo e Afya Educação, comenta a palestra de tema Inteligência artificial e seu papel na reabilitação pós-acidente vascular cerebral.


No Congresso Brasileiro, em 5 de setembro, ele acompanhou a palestra do professor Rodrigo Bazan, de São Paulo, especialista de enorme experiência e produção científica na área de reabilitação da Unesp, Botucatu. A apresentação tratou dos conceitos de IA e da forma como exponencialmente vem crescendo sua utilização tanto na Neurologia quanto em doenças cerebrovasculares. Ele detalhou o conceito de inteligência artificial machine learning e deep learning, que dizem respeito à capacidade da máquina (do algoritmo, da equação) de apreender e reter um padrão de repetição.


Foram debatidas ainda publicações recentes da Unesp e outras, envolvendo a interface grand machine, que se tornou popular em nosso país, quando um jovem paraplégico deu o pontapé inicial da Copa do Mundo de 2014, na Arena Corinthians, resultado de trabalho liderado pelo brasileiro Miguel Nicolelis. Aliás, João Brainer conta muito mais sobre a aula espetacular de Rodrigo Bazan e das possibilidades da IA.


Assista aqui.


32 visualizações