Parkinsonismo atípico é tema do Congresso de Neurologia

Em 5 de setembro, na palestra Atypical parkinsonism, o professor Andrew J. Lees, do Reino Unido, propôs que se presuma um diagnóstico da doença, até que se prove em contrário, diante de qualquer paciente com parkinsonismo.


Aliás, ele pontuou que a presença de bradicinesia é fundamental para o diagnóstico de Parkinson. Assegurou ainda que as informações clínicas obtidas na anamnese ou exame clínico são fundamentais para a construção do diagnóstico, não podendo ser substituídas por outras de exames complementares.


Tudo isso e muito mais, você vai saber em detalhes no vídeo do coordenador da apresentação de Andrew, o médico assistente do Ambulatório de Movimentos Anormais do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais, Mauro César Quintão e Silva Cunningham.


Confira:



75 visualizações