Quatro anos de residência em Neurologia

Uma mesa redonda sobre a formação do médico especialista teve como conferencista o professor Gilmar Fernandes do Prado, ex-presidente da Academia Brasileira de Neurologista.


Foram debatidas questões como a mudança de duração da residência de três para quatro anos para fazer frente ao crescimento do conhecimento científico na Neurologia e em suas diversas áreas de atuação.


Quem nos dá detalhes sobre a excelência da aula e das discussões é Eduardo Uchôa, da Rede Sarah, Unidade Lago Norte, e diretor da Regional Centro-Oeste da ABN.


20 visualizações